Shinzo Abe não é o chefe de governo mais popular do mundo. Longe disso. O primeiro ministro japonês sofre com a dificuldade de fazer a economia de seu país recuperar o crescimento e por defender ideias como o aumento no investimento militar. Mas, aos olhos do mundo, o líder da terceira nação mais rica do planeta  é um senhor simpático que topou aparecer no meio do Maracanã fantasiado de Mario. Tóquio aproveitou bem seus oito minutos durante a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de 2016, realizados no Rio de Janeiro, e deixou uma mostra do que pretendem fazer para a próxima edição, em 2020.

Pelo clima apresentado no último domingo, no Rio, a capital japonesa tentará mostrar uma cara jovem, leve e pop. Mas esse deve ser o clima e a linguagem adotada. Na organização dos Jogos em si, os japoneses estão demonstrando muito cuidado para serem austeros e olharem no passado. No caso, na Olimpíada de 1964, também realizada em Tóquio e marco para a mudança da imagem internacional do país, da nação destruída pós-guerra para a futura líder mundial no processo tecnológico e industrial.

Veja abaixo o que Tóquio prepara para receber o maior evento poliesportivo do planeta, e como muita coisa já está pronta há mais de 50 anos.

[galeria_embeded]

Se quiser dar um passeio aéreo pela Tóquio de 2020, confira o vídeo abaixo, com um resumo das estruturas olímpicas da capital japonesa.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on PinterestShare on Tumblr