Os Estados Unidos foram feitos por gente vinda de fora. Não é apenas um clichê para dizer que os nativos foram oprimidos até se tornarem minoria, mas porque o país realmente contou com levas e levas de imigrantes para formar seu perfil social e econômico, principalmente nas metrópoles. Nova York é um grande exemplo disso, com grupos étnicos formando comunidades em todo canto da cidade.

Uma forma de ver isso é conferindo o perfil linguístico dos bairros nova-iorquinos. O programador Jill Hubley pegou dados do censo americano de 2014 e fez um mapa mostrando o idioma mais falado em cada bairro de sua cidade. Claro, o inglês domina, mas há áreas com superioridade de espanhol, chinês, grego, russo, ídiche e coreano.

Mas, para tornar o mapeamento de comunidades mais interessantes, Hubley criou filtros, em que se pode excluir o inglês (o espanhol se torna predominante) e o inglês e o espanhol (e aí vira um mosaico, em que há espaço até para o português). 

Mapa com o idioma mais falado em cada bairro de Nova York, excetuando inglês e espanhol (Reprodução)

Mapa com o idioma mais falado em cada bairro de Nova York, excetuando inglês e espanhol (Reprodução)

Para conferir o trabalho original, com mapa interativo e melhor resolução, clique aqui.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on PinterestShare on Tumblr