Japão já tem mais ponto de recarga de carro elétrico que posto de gasolina

Um dos grandes receios dos adeptos do carro elétrico era ficar parado no meio do caminho sem energia. Parte disso diminuiu com o aumento da autonomia das baterias, que suportam até 300 km. Mas, ao menos no Japão, a sensação deve ficar ainda menor depois do levantamento que mostra que já existem mais pontos de recarga para veículos que postos de gasolina tradicionais no país.

Em 2015, os japoneses já tinham 40 mil locais para encher a bateria de seus carros elétricos, 5 mil a mais que os disponíveis para automóveis com motor a combustão. Os dados foram levantados pela montadora japonesa Nissan e publicados nesta segunda pelo site do Fórum Econômico Mundial.

VEJA MAIS: Governos pretendem incentivar troca de frota por carros elétricos

A quantidade de pontos de recarga é um pouco inflada por considerar estações domésticas, para pessoas que enchem a bateria de seus veículos na garagem de casa. No entanto, o crescimento de serviços como o PlugShare, em que pessoas compartilham seus pontos de recarga, tende a tornar boa parte desses locais disponíveis a todos os motoristas.

Outro fator que deve ser considerado é que pontos de recarga atendem a um carro por vez, enquanto que postos de gasolina reabastecem vários veículos ao mesmo tempo. Ou seja, se a conta comparasse pontos de recarga com bombas disponíveis, ainda haveria mais opções de reabastecimento para automóveis movidos a combustível.

De qualquer modo, fica evidente o crescimento rápido da infraestrutura para carros elétricos no Japão. Ela cresceu muito desde o lançamento do Nissan Leaf. Ele tem autonomia de cerca de 130 km, muito abaixo dos 430 km do Tesla Modelo S, mas o suficiente para dar segurança a um usuário urbano. Somando isso a um preço acessível para a categoria, o Leaf se tornou o carro elétrico mais vendido no mundo.

TECNOLOGIA: Cidade inglesa aposta em minicarro sem motorista para o centro

O cenário é particularmente favorável no Japão, pois houve significativo investimento no aumento de rede de recarga e o governo oferece subsídios para a compra de veículos elétricos e híbridos. Uma realidade muito diferente da maior economia do mundo. De acordo com o Statista, site especializado em estatísticas, são apenas 9 mil pontos de recarga nos EUA, contra 114.500 postos de gasolina.

E no Brasil? Bem, estamos muito atrás nessa questão. Empresas do setor elétrico estão investindo na expansão da rede, que deve crescer 20% até 2017, chegando a… 153.