Não há mais época barata para estacionar o carro em Barcelona. A prefeitura da capital catalã aprovou a extensão do sistema de zona azul e zona verde para todo o ano. Com isso, acabou com a tradição de liberar todas as vagas nas ruas da cidade em agosto, época de mais movimento de turistas devido às férias de verão no hemisfério norte.

A prefeita Ada Colau tomou a atitude para as pessoas – moradores e turistas – a se deslocarem a pé, de transporte público ou de bicicleta. Ao incentivar esses meios de locomoção durante o mês de maior movimento, as autoridades acreditam que terão mais chances de atingir a meta de reduzir em 21% o uso de automóveis privados definida pelo Plano de Mobilidade Urbana de 2013 a 2018.

VEJA MAIS: Por que prefeita de Barcelona vetou evento sobre cidades inteligentes

Outra benefício da medida é para quem já tem carro na cidade. Em Barcelona, as ruas são definidas como zonas azul ou verde. A verde é mais recorrente em bairros residenciais. Elas são restritas para moradores da própria região. Outras pessoas precisam pagar e só podem deixar o veículo por duas horas. No entanto, as suas se tornam livres a qualquer um nos fins de semana e em agosto.

A zona azul se assemelha à xará brasileira: pode-se estacionar por tempo limitado de segunda a sexta e nas áreas de mais interesse turístico (centro da cidade e praias), também nos fins de semana e feriados. A diferença do modelo catalão é que a cobrança ocorre apenas das 9 às 14h e das 16 às 20h.

Zona azul em área comercial de El Prat, cidade na região metropolitana de Barcelona (Divulgação)

Zona azul em área comercial de El Prat, cidade na região metropolitana de Barcelona (Divulgação)

Em agosto, os moradores de Barcelona tinham dificuldade em encontrar vagas – lembrando que a liberação para parar na zona verde vale apenas para quem reside naquele mesmo bairro – devido à concorrência com os turistas por espaços. Com as restrições normais se estendendo para o mês de maior movimento turístico, a tendência é que mais vagas fiquem disponíveis.

VEJA MAIS: Barcelona cria superquarteirões para ter mais áreas para pedestres

De acordo com os cálculos da prefeitura, são serão 39.593 vagas de zona verde na cidade, beneficiando 89.753 pessoas. Também serão atingidas as 9.787 vagas de zona azul.

Partido de oposição e algumas entidades ligadas à indústria do turismo reclamaram das medidas. Consideram que ela prejudicará os visitantes e os barceloneses que viajarão em agosto e deixarão seus carros nas ruas. No entanto, os moradores em geral – por terem mais vagas disponíveis – e sindicato de comerciantes – pela rotatividade que a limitação dos estacionamentos promovem – aprovam a medida.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on PinterestShare on Tumblr